Itália enfrenta greve em todos os serviços de transporte

Os italianos e turistas que estão na Itália enfrentam um dia crítico no país nesta quarta-feira (24) após a confirmação da greve nos serviços de transporte, como trem, ônibus, metrô, balsa, táxi e avião. A paralisação acontece entre às 9h e 17h (horário local) de hoje, com os trens, portos, ônibus, metrôs e carros de aluguel, e também já está agendada para os próximos dias 25 e 26 de julho.

A greve geral foi organizada pelos sindicatos Filt Cgil, Fit Cisl e Uiltrasporti, na tentativa de conseguir um diálogo com o governo italiano sobre temas do setor, como infraestrutura, concorrência, segurança e modernização. Ontem (23), após um encontro com o governo, o grupo confirmou a paralisação “apesar da disposição do ministro de realizar uma série de reuniões no setor, como pedido “várias vezes”. “Decisão útil, mas tardia”, informaram os sindicatos.

Ao todo, Roma e mais 24 cidades serão afetadas. O protesto, no entanto, não inclui os transportes operados pela empresa estatal Rete Ferroviaria Italiana (RFI), que opera na Campânia. Já os trens da ferroviária Trenitalia circularão regularmente, informa o Terra.

Conexões regionais também serão realizadas, com possíveis modificações na programação. Em comunicado em seu site, a empresa advertiu que as viagens “podem ser canceladas ou alteradas devido à greve nacional do Grupo Ferrovie dello Stato Italiane”.

 Segundo a Trenitalia, a ligação entre Roma/Termini e o aeroporto internacional Leonardo Da Vinci, também conhecido como Fiumicino, está garantida. Na próxima sexta-feira (26), a greve também atingirá os aviões da Alitalia, mas terá duração apenas de 4 horas já que o Ministério de Infraestrutura e Transporte emitiu uma ordem para reduzir o tempo da paralisação. “A atitude da empresa é inaceitável, para os pilotos e comissários de bordo da Alitalia, mas a greve será de apenas 4 horas”, diz a nota do ministério. As greves acontecem em um momento em que os italianos saem de férias para aproveitar o fim das aulas e o verão no Hemisfério Norte. Além disso, a Itália costuma receber um grande fluxo de turistas nos meses de julho e agosto por conta do período de férias na Europa.

24/07/2019