Pedreiro é quase linchado após violentar e tentar esconder corpo de criança de 4 anos

Homem de 61 anos, que confessou o crime, teve a casa destruída pelos vizinhos.

Uma menina de quatro anos morreu após ser estuprada por um homem de 61 anos em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, na noite desta quarta-feira (26). Segundo informações da Polícia Civil, o crime ocorreu na casa do suspeito, vizinho da vítima, no bairro Sargento Boening. Ele foi preso depois que moradores do local tentaram linchá-lo.

Cláudio Batista, delegado titular da 105ª DP, afirmou que a avó e a mãe da criança notaram o sumiço da menina por volta das 17h.

“Perderam de vista por poucos minutos, percorreram o local e acionaram outros moradores. O vizinho não abriu a porta e testemunhas gritaram pelo nome da menor. Certa hora teriam ouvido ela gritar”, contou o delegado, acrescentando que a menina tinha necessidades especiais, sem especificar quais, informa o G1.

Ainda de acordo com a polícia, enquanto a mãe prestava queixa na delegacia, vizinhos e parentes invadiram a casa do suspeito e encontraram a menina escondida no quarto do homem, que colocou roupas e panos sobre o corpo.

“Ele confessou o abuso sexual”, contou o delegado. O homem, em depoimento, disse ainda que ainda tenta entender o que o levou a cometer o crime.

O suspeito foi preso pela Polícia Militar (PM) com escoriações pelo corpo após a tentativa de linchamento. Segundo a PM, a casa do homem foi totalmente destruída pelos moradores do local.

A criança chegou a ser levada pelo Corpo de Bombeiros à Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas segundo a Polícia, ela chegou morta ao local, com uma lesão na cabeça e outra na boca.

O suspeito ficou detido durante toda a madrugada na 105ª DP e será transferido na manhã desta sexta para a penitenciária de Benfica, no Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Civil, o homem irá responder por homicídio qualificado e estupro de vulnerável.

A criança será enterrada às 16h30 no cemitério municipal de Petrópolis.

27/04/2017